23/04/2014

FEIPOL VAI À D.G.P.

Esta semana o Presidente da FEIPOL estará indo até a D.G.P. para buscar informações sobre as propostas apresentadas por TODAS as Entidades da Polícia Civil.

19/04/2014

Demorou mas a tartaruga chegou.

Nem mesmo tartaruga se cutuca com vara curta.
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/04/1442875-pms-comecam-a-voltar-as-ruas-mas-ensaiam-operacao-tartaruga-na-ba.shtml  A Bahianada do PT.
ANTES  de se pensar em greve ou qualquer outro tipo de paralisação que possa prejudicar os trabalhos da Polícia devemos pensar na possibilidade do uso, pelo Governo, da própria manifestação, como argumento político ao público e à imprensa, para desqualificar todas as pretensões. Se antes podíamos contar com a declaração de legalidade de uma greve, hoje não mais. E as consequências para homens  e mulheres responsáveis, e chefes de família, podem ser funestas.
Muito cuidado com os agitadores de plantão que, inconsequentes, e sem pensar em nossa segurança também no trabalho pregam, às vezes por simples indisposições pessoais, a desordem e o caos.
As Polícias Militares de todo o País podem vir a perder ponto com esses posicionamentos perante a opinião pública e com os próprios Governantes. E quem acha que a opinião pública deve ir às favas, não está, definitivamente, preparado para liderar nada.

PM DA BAHIA AQUARTELADA EM PROTESTO POR PRISÃO DE LÍDER DA GREVE.

SENHORES POLÍTICOS: FOGO NÃO SE COMBATE COM FOGO. MAS COM ÁGUA.
Na Bahia Policiais Militares se aquartelam na madrugada deste sábado (19/04/14) em solidariedade a MARCO PRISCO.
Tudo indica que seja uma represália ao encarceramento do líder da greve (Prisco).
Representantes da ASPRA, (http://www.asprabahia.com/) - uma Associação de Praças que se dissemina FORTEMENTE em todo o PAÍS, teriam informado de uma solidária manifestação contra a prisão de PRISCO (vereador em Salvador pelo PSDB).
Leia reportagem a respeito em:
ANTES de se pensar em greve ou qualquer outro tipo de paralisação que possa prejudicar os trabalhos da Polícia devemos pensar na possibilidade do uso, pelo Governo, da própria manifestação, como argumento político ao público e à imprensa, para desqualificar todas as pretensões. Se antes podíamos contar com a declaração de legalidade de uma greve, hoje não mais. E as consequências para homens  e mulheres responsáveis, e chefes e chefas de família, podem ser funestas.
Muito cuidado com os agitadores de plantão que, inconsequentes, e sem pensar em nossa segurança também no trabalho pregam, às vezes por simples indisposições pessoais, a desordem e o caos.
As Polícias Militares de todo o País podem vir a perder ponto com esses posicionamentos perante a opinião pública e com os próprios Governantes. E quem acha que a opinião pública deve ir às favas, não está, definitivamente, preparado para liderar nada.

17/04/2014

Polícia Civil de Pirapozinho-SP, DIG e GOE de Prudente e C.O.P.E. do Paraná. TRABALHO DE INTELIGÊNCIA.

Uma das ações mais profissionais e de alto empenho da PC PAULISTA, em conjunto com o grupo de elite do Paraná, em Curitiba. A PC continua viva e demonstrando seu potencial, mesmo diante de todas as dificuldades que lhe impuseram. Imaginem se valorizada e reestruturada como seus membros demonstraram mais uma vez ser merecedores!
A Polícia Civil em Pirapozinho realizou operação policial conjunta com o G.O.E. – Grupo de Operações Especiais de Presidente Prudente, da D.I.G. – Delegacia de Investigações Gerais de Presidente Prudente e com Policiais Civis do C.O.P.E. grupo de elite da Polícia Civil do Estado do Paraná. Entre os dias 13 e 16 de abril do corrente, diligências fora efetivadas nas cidades de Curitiba e São José dos Pinhais, ocasião em que foram cumpridos 05 mandados de busca e apreensão domiciliar e 04 mandados de prisão temporária expedidos em desfavor dos autores de roubo a ônibus de turistas ocorrido em nossa região. Durante as diligências, restaram apreendidas 02 pistolas calibre .40, R$ 17.000,000 (dezessete mil reais em moeda corrente), jóias e 01 veículo avaliado em R$ 80.000,000 (oitenta mil reais). O evento criminoso ocorreu no dia 20 de outubro de 2013 e na ocasião contabilizou-se a existência de 23 vítimas que foram deixadas desnudas pelos criminosos, a subtração de aproximadamente R$ 120.000,000 (cento e vinte mil reais em moeda corrente), cartões bancários/crédito e vários aparelhos de telefonia celular. Os indigitados foram recambiados para Pirapozinho para a formalização dos trabalhos de Polícia Judiciária, local de onde em seguida serão levados ao C.D.P., de Caiuá.



O SIPOL PARABENIZA TODOS OS ENVOLVIDOS: lembrando que aqueles que ficam nas unidades atendendo o público, tocando os milhares de Inquéritos, e fazendo inúmeros trabalhos administrativos, dão pleno suporte àqueles que vão à campo.

SIPOL ESTUDA EVENTO SOBRE: "A POLÍCIA CIVIL PARA A SOCIEDADE CIVIL".

Estamos dando forma a um FORUM ESTADUAL a ser realizado na Região de Presidente Prudente, escolhida por estar envolta a uma grande quantidade de Estabelecimentos Prisionais, entre eles o R.D.D. de Presidente Bernardes. 
Os temas abordados devem gravitar em torno dos tópicos:
- Polícia Civil nos últimos 20 anos;
* qualificação profissional;
* contingente;
* escalas de trabalho;
* número de unidades x número de funcionários por cargo em relação ao número de habitantes;
* participação e esclarecimento social (prefeitos, deputados, vereadores, líderes de bairro, empresários).
- Polícia Civil para amanhã.
O produto final do FORUM será um documento (coleta de dados originais diretos e autênticos) que servirá de referência aos estudiosos de segurança pública, imprensa, políticos, e disponibilizado a todas as bibliotecas públicas e privadas (com versão em inglês acadêmico), via Internet e disponibilizado ao I.P.A. (International Police Association).
Serão convidados Prefeitos, Deputados, Vereadores, lideranças partidárias e de bairro

16/04/2014

SEM NOTÍCIAS DO GOVERNO E DA D.G.P.

HOJE, 17/04/14 o Presidente da Feipol (Kiko) vai estar na D.G.P. para buscar informações sobre o andamento das questões sobre a reestruturação.

15/04/2014

O PERIGO DE SE FAZER E SE FALAR O QUE QUER NAS REDES SOCIAIS - DÁ NISSO...

Por inconsequência, de polícia, a sociedade te transforma em um monstro. É assim que funciona. Cuidado com a forma de criticar. Com o que posta. Não dá nada nunca. Até que dá.
Confira reportagem da Folha e a Nota da PM.


PM BAIANA ANUNCIA GREVE.

Segundo o Jornal a Folha de São Paulo o principal líder da greve é Marco Prisco, vereador em Salvador pelo PSDB. 
Confira no link: 

ABONO PERMANÊNCIA X ABONO ESCRAVIDÃO

Sabe uma das coisas que mais prejudicam a Polícia e os Policiais?
É as pessoas terem que ficar trabalhando após o tempo para aposentar por causa de um Governo que não quer cumprir a Lei que TODOS OS OUTROS ESTADOS CUMPREM e mais 600 Reais. Um funcionário novo custaria, com o concurso, academia e estágio, uma soma absurdamente maior.
Se o Policial ou a Policial se aposenta de acordo com o que reza o S.T.F. e a Lei, ele vai receber seu salário integral e com paridade e sem retroagir na Classe, e o Estado terá que contratar outro. E não vai ser por R$ 600,00. E nem vai ter a experiência impagável de um Policial com 30 anos de janela.
Esse abono permanência não paga a soma do combustível, condição do carro, alimentação, remédios para o stress e outras doenças do trabalho, o risco de vida, o risco da corró sem ter culpa, eventual assédio moral, constar em inúmeras escalas durante o mês e no caso dos funcionários de cidade pequena, trabalhar 24 horas por dia durante toda a vida.
Em outras palavras por esses R$ 600,00 estão subtraindo de você valioso tempo com a família, com o lazer, com atividades intelectuais prazerosas, tudo ao contrário do trabalho estressante e insalubre da Polícia. Não terá mais chefe nem subordinado. Não precisará gastar com diarista e ainda pode curtir ou ajudar os filhos. Fazer pequenos serviços. Ou vender alface na esquina ganhando cinco vezes esse valor.
Policial, faça as contas. Coloque no papel o que você oferece ao Estado por R$ 600,00 mensais.
E se o Estado vai perder 12 ou 13 ou 20 mil Policiais Civis por conta do reconhecimento da Lei (coisa que um Estado Democrático de Direito EXIGE), isso é problema dele.
Colha o Governo aquilo que plantou. Tudo sob a égide do mesmo partido. Nem podem por a culpa em ninguém.
Se esse é um problema na ponta final das carreiras, outro problema também é o parco salário pago aos competentíssimos e qualificadíssimos Policiais Civis que estão chegando. Mas não chegando pra ficar. Chegando para fofar. Porque um salário desses, com mão de obra especializada e apta a realizar excelentes trabalhos, trabalha contra.
Nunca vimos erro no atual Governo. Porque julgamos que ele fez tudo o que fez porque achou que era certo. Então tem agir com imensa prudência e responsabilidade para consertar o que ficou desamparado por décadas.
Esperamos que não tenha que chegar ao ponto da divergência acirrada que tomou conta da Polícia Federal onde uma única carreira é acusada de se beneficiar nos ombros dos demais. Não podem reclamar de não ter clima nenhum no ambiente de trabalho atualmente. Tudo, absolutamente tudo, tem um preço.
Mas repetimos aos leitores mais inquietos: acreditamos que isso não esteja acontecendo aqui.
Não vamos acordar com uma legislação mágica em que todas nossas reivindicações foram atendidas. Vai ser como na PM...um pingo aqui, outro ali e, quando acordamos, já tinham mais conquistas do que o Papa.
Não será greve nem truculência. Os próprios A.S.P. sentiram isso na pele e ainda amargam uma dívida em multas de quase R$ 1.000.000,00 e alguns indiciamentos por desacato. Não é por ai que devemos conduzir pais de família.
No entanto ninguém controla o ânimo pessoal de cidadão nenhum nesse mundo.
Ninguém tem mais espaço dentro de si, ganhando como OPERACIONAL, para trabalhar por amor"....porque a "polícia não nos ama".
Já foi o tempo que jogador jogava futebol com o coração no bico da chuteira.
Já foi o tempo em que a vocação do policial se confundia com o amor pela polícia.
Hoje todos precisamos, para viver, de dinheiro. Amor não vai por comida na mesa.
Mas o dinheiro vai segurar sim novos e ótimos profissionais, tanto os que estão entrando, como os que deixarão de querer sair.
Muito fácil falar em "ser polícia" se tem alguém em casa que te sustenta, ou se o cara já é rico.
Quem vive de salário e é honesto. Pena. Pasta.