25 de set de 2013

CARREIRA JURÍDICA E NÍVEL UNIVERSITÁRIO: COMO FICOU?

Bonificações de até 25,7% se estendem para profissionais da ativa, inativos e pensionistas
O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (25) dois projetos de lei que preveem aumentos nos salários de delegados, investigadores e escrivães. Os reajustes, que podem chegar até 25,7%, acontecerão de forma gradativa, pois estão previstos para este ano e também para 2014.
 
“Nós estamos mandando o projeto de lei estabelecendo um reajuste de 10,5% este ano e 15% no ano que vem. De tal forma que o delegado de terceira classe, o salário inicial que hoje é de R$ 7.547, passará a ser de R$ 8.776 e a partir do ano que vem R$10.073. Isso beneficia 3.246 delegados da ativa é uma gratificação. E o impacto é de 127 milhões por ano a partir de 2015, quando tivermos os dois reajustes”, anunciou o governador Geraldo Alckmin.
Já a bonificação para investigadores e escrivães atende a Lei do Nível Universitário, aprovada em 2008. “Estamos estabelecendo um reajuste que varia de 8,5% a 18% este ano e de 15% a 25,7% o ano que vem. Beneficiando 27.280 profissionais, entre ativos, aposentados e pensionistas. O impacto é de 201 milhões a partir de 2015”, explicou o governador.
Os reajustes citados serão cumulativos ao projeto de lei já anunciado que reajusta em 7% os salários da polícia civil, militar, científica e da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária).
Do Portal do Governo do Estado